Unidade escolar da rede estadual representa o Tocantins na 29ª Ciência Jovem em Recife-PE

Estudantes e professoras do Centro de Ensino Médio Tiradentes de Palmas participam da 29ª Ciência Jovem, realizada em Recife (PE), na Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (ETEPAM), de 22 a 24 de novembro. Considerada uma das mais antigas e maiores feiras de ciência do Brasil, o evento reúne, todos os anos, cerca de 300 projetos de estudantes e professores de todas as unidades da Federação e também de outros países.

Aberta a estudantes da Educação Infantil ao Ensino Médio, nas redes pública e privada de ensino, a Feira é realizada pelo Museu Interativo de Pernambuco e tem como objetivo revelar os talentos científicos individuais e fomentar a Educação Científica, com a realização de pesquisas e projetos na escola – de forma integrada ao currículo acadêmico.

A equipe do CEM Tiradentes participa da Feira na categoria Incentivo à Pesquisa, com o projeto ‘Efeitos Positivos do Uso de Subprodutos de Dipteryx Alata (Baru) e Hymenaea SP (Jatobá) como fonte alternativa de alimentação’, que consiste no uso do baru e jatobá, frutos típicos do cerrado brasileiro, na produção de doces, bolos, paçoca e cookies.

Participam da mostra dos produtos em Recife as estudantes Anielly de Andrade e Maria Eduarda Rocha, da 3ª série do Ensino Médio, e as professoras Eliana Neves Martins e Juliana Kern.

A estudante Anielly de Andrade destacou a importância das possibilidades de aprendizado com a troca de experiências.  “Participar da Feira tem sido uma experiência incrível, uma oportunidade de agregar nossos conhecimentos, de conhecer novas culturas, e apresentar um pouco da cultura do Tocantins neste evento internacional. Agradeço à Educação do Tocantins por nos proporcionar essa experiência, de aprender com os projetos dos outros participantes e, depois, compartilhar esse aprendizado com os colegas na nossa escola”, ressaltou.

A professora de biologia e orientadora dos estudantes, Juliana Kern, afirmou que o projeto é um sucesso no evento. “O público está maravilhado com o nosso projeto e com a exposição dos subprodutos – brigadeiro e bolo de banana com a farinha do jatobá e cookies e paçoca com o baru. Isso mostra a importância desses estudos na escola, de maneira sustentável. É muito gratificante ver um projeto da escola valorizado. Com esse apoio da Secretaria da Educação, a gente pôde apresentar um pouco do trabalho da nossa escola”, pontuou.

Ação na escola

O projeto é realizado na Trilha de Aprofundamento em Nutrição da unidade escolar, na qual 40 estudantes participaram de pesquisas de campo das espécies do cerrado, estudos das propriedades na comunidade do Povoado Quilombola do Prata, além das experiências para o aproveitamento na culinária.

O projeto tem o objetivo de subsidiar estudantes e familiares, além da comunidade em geral, a compreender de forma prática a importância das plantas do cerrado, além de sensibilizar os mesmos para adotar práticas sustentáveis em seu cotidiano e acrescentar em sua alimentação o uso dos frutos como fonte alternativa de alimentação.

Fecit 2023

Com o mesmo projeto, o CEM Tiradentes foi premiado na 8ª edição da Feira de Empreendedorismo, Ciência, Inovação e Tecnologia de Palmas (Fecit 2023), realizada em Palmas, neste mês de novembro. A equipe conquistou o primeiro lugar na categoria Ensino Regular.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais