Turistas terão que seguir novas regras de visitação ao Parque do Jalapão no carnaval

Com a proximidade das festividades de carnaval, o Governo do Tocantins por meio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) orienta sobre as novas regras de visitação aos atrativos gerenciados pelo órgão ambiental, bem como os cuidados essenciais que os turistas devem observar para desfrutar de uma experiência incrível. 

Por meio da Instrução Normativa nº 010/2023 do Naturatins, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), as novas regras para a visitação turística nas Dunas e Serra do Espírito Santo foram estabelecidas e já estão em vigor desde o início deste ano. O objetivo principal é regular o processo de visitação, abrangendo procedimentos de entrada e saída nos atrativos, gestão da visitação e a obrigatoriedade de contar com um Guia de Turismo/Condutor Ambiental Local. 

Para agendar a entrada nas Dunas e Serra do Espírito Santo, é necessário apresentar o voucher, disponível para emissão neste link. A entrada só é permitida na presença de um Guia de Turismo ou Condutor Ambiental Local. Turistas particulares devem adquirir o voucher por meio de uma Associação Local ou Cooperativa Turística credenciada. 

Os horários de entrada variam entre 5h e 9h, e das 14h às 17h30 para as Dunas, e das 5h às 9h e das 14h às 16h para a Serra do Espírito Santo. O limite de permanência é até as 11h pela manhã e 18h30, à tarde.

Crescimento sustentável

Em 2023, o crescimento no período de carnaval foi de 30% comparado a 2022. Em todo ano, cerca de 54 mil turistas visitaram os atrativos gerenciados pelo órgão ambiental.

Por causa da alta demanda, equipes do PEJ e, também, da Área de Proteção Ambiental (APA) do Jalapão intensificam as atividades de controle da capacidade de carga e monitoramento do atrativo, para recepção e orientação aos visitantes sobre os procedimentos que devem ser adotados dentro da Unidade de Conservação (UC).  

O visitante não pode fazer uso de fogueiras, bebidas alcoólicas, cigarros, alimentação; não utilizar aparelhos musicais e sonoros, nas Dunas e no estacionamento; não entrar com animais domésticos (exceção para cães guia); e não realizar qualquer tipo de coleta: fauna, flora, rochas ou outros recursos. 

Rejane Nunes, supervisora da APA Jalapão, destaca para a preservação dos acessos com o descarte correto de resíduos. “O Jalapão apresenta atrativos naturais verdadeiramente singulares. A participação consciente dos visitantes, especialmente no que diz respeito ao descarte adequado de resíduos sólidos, desempenha um papel fundamental na integração dos esforços de preservação tanto dos atrativos naturais quanto da região como um todo. A responsabilidade individual na gestão ambiental contribui diretamente para a manutenção da beleza e sustentabilidade do Jalapão, assegurando que as gerações futuras possam desfrutar plenamente dessas maravilhas naturais”, finalizou a gestora.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais