Polícia investiga homem suspeito de desviar grãos de sociedade de produtores e causar prejuízos milionários

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia Especializada em Combate aos Crimes Rurais (Deleagro), deflagrou na manhã desta segunda-feira, 26, a Operação Tríade, que tem por finalidade apurar suposto desvio de grãos de uma sociedade de produtores rurais da região oeste do Estado.  

Conforme explica o delegado Gustavo Henrique da Silva Andrade, no decorrer das investigações, a Polícia Civil apurou que um dos sócios, supostamente, passou a ocultar informações dos demais, passando a colher e vender os grãos  por conta própria, auferindo lucro sozinho em detrimento dos outros sócios.

Com o aprofundamento das investigações, na manhã desta segunda, a equipe de investigadores da Deleagro, com apoio da 58ª Delegacia de Polícia de Lagoa da Confusão, conseguiu localizar 218 mil quilos de soja em um armazém na referida cidade e fez a apreensão cautelar do produto. A carga está avaliada em cerca de R$ 400 mil. 

A operação desencadeada nesta segunda-feira visa resguardar os investimentos feitos pela sociedade de maneira cautelar, aguardando o fim das investigações para apurar as possíveis condutas criminosas e, desse modo, promover a responsabilização dos envolvidos, para então ser dada a destinação final dos produtos.

“As investigações e diligências continuam para que a Polícia Civil possa esclarecer toda a dinâmica dos fatos e apurar também se há mais pessoas envolvidas nesse tipo de esquema e se outros carregamentos de soja podem ter sido comercializados sem a anuência dos demais sócios do negócio”, frisou o delegado Gustavo Henrique. 

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais